16 julho, 2017

III Congresso Montfort Nordeste - 100 anos de Fátima

No dia 13 de Maio de 1917, em solo Lusitano, aparecia pela primeira vez a Jacinta, Lúcia e Francisco a Santíssima Virgem Maria. Até hoje, mesmo com toda a secularização prevalente em nossa sociedade, tal acontecimento é incapaz de ser apagado da história e da memória de todos católicos.
Cem anos se passaram, muito se falou sobre tais aparições e sua mensagem um tanto  peculiar. Por mais que alguns expressem que tudo que foi revelado as pastorinhos já aconteceu, permanece um ar de dúvida sobre o real significado desta visita da Mãe  de Deus à humanidade.
O III Congresso Montfort Nordeste, versará sobre este, que é o maior acontecimento do século XX. Será composto pelas seguintes conferências: “O que aconteceu em Fátima?”  por Matheus Amorim, visará aprofundar os aspectos históricos da aparição em seu contexto à época; “A espiritualidade da mensagem das Aparições” pelo Rvmo. Pe. José Luiz Zucchi, abordara qual o sentido das aparições para a vida espiritual de um católico, afinal passado todos estes anos, muito se questiona as atitudes de  certos prelados, no entanto parece haver um tanto de esquecimento quanto aos pedidos de Nossa Senhora para todos os fieis; “Um segredo contendo um enigma envolto em um mistério”, pelo presidente da Associação Cultural Montfort, o prof. Alberto Zucchi, fará abordagem do tão conhecido, no entanto ainda misterioso, segredo revelado às três crianças; “Fátima: Uma condenação ao Modernismo” pelo Prof. Bruno Oliveira,  tratará do significado das palavras da Santissima Virgem, como ratificação da condenação realizada pelo Soberano Pontífice São Pio X, ao modernismo como “(...) sintese de todas as heresias1”,  dez anos antes de tais acontecimentos.
O evento acontecerá no sábado, 12 de Agosto de 2017, no Memorial de Medicina (R. Amauri de Medeiros, 206 - Derby, Recife) das 09 às 18h, e culminará com a Santa Missa Cantada na Capela do Instituto Ricardo Brennand às 19h. Gostaríamos de convidar a todos os fieis católicos do Nordeste para este III Congresso Montfort nesta Região. O valor das inscrições será de R$ 20.00, os interessados devem enviar um e-mail para endereço: cartas@montfort.org.br
1 “CARTA ENCÍCLICA PASCENDI DOMINICI GREGIS DO SUMO PONTÍFICE  PIO X”



http://www.montfort.org.br/bra/destaques/eventos/3_congresso_NE/

30 maio, 2017

LUTERO, PAI DE DESCARTES


            Uma das passagens mais dramáticas da história universal foi o pensamento engendrado por Lutero quando estava sentado no trono da torre. Esse episódio ficou marcado na história como o “acontecimento da torre”, que, a bem dizer, em linguagem franca e direta era o w.c.

            Brentano, biógrafo de Lutero, diz que as ideias dogmáticas imaginadas por Lutero formaram-se inconscientemente no seu pensamento, para apaziguar-lhe as angústias nervosas[1]. Ainda que a conclusão do aurtor seja toda ela baseada em fatos da conturbada vida do pai do protestantismo, não seria exagerado considerá-la correta. Os excessos de escrúpulos faziam de Lutero um homem obsessivo e angustiado com seus pensamentos.

            Fato é que o acontecimento da torre mudou a humanidade. Foi lá que Lutero cunhou, no meio da imundície e do mal cheiro, sua ideia do sola fide.

02 março, 2017

MISSA ECUMÊNICA, TRABALHO EM ANDAMENTO? A CONSAGRAÇÃO EMBARAÇA OS REFORMADOS. O ESTRATAGEMA DO SILENCIO…



MARCO TOSATTI


São somente vozes, e portanto é necessário ter em conta os detalhes. Mas já o fato que estas vozes circulem por aí é um sinal; e os meus informantes que me alertaram são geralmente bons.

Assim, escreveremos tudo no condicional. Uma comissão mista de católicos, luteranos e anglicanos ligados ao segredo estariam ao trabalho, para colocar  uma forma de missa da qual possam participar os fiéis de todas as três confissões cristãs. Não se fala de ortodoxos. Não parece que teria algum documento escrito; ficamos ao nível de notas verbais.

A hipótese prevê uma primeira parte de liturgia da palavra, que não apresenta problemas; depois o reconhecimento dos pecados, e o pedido de perdão a Deus, e a recitação do Glória, haveriam as leituras, e o Evangelho.